Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu e a Outra

Coisas maravilhosas, coisas assustadoras, viagens exóticas, dia-a-dia monótono, bichinhos tropicais e muito amor. Ponham-se confortáveis que vamos começar.

Eu e a Outra

Coisas maravilhosas, coisas assustadoras, viagens exóticas, dia-a-dia monótono, bichinhos tropicais e muito amor. Ponham-se confortáveis que vamos começar.

31
Ago18

As primeiras vistas de Montenegro

 Kotor, em Montenegro, é uma cidade costeira situada numa baía calma do mar Adriático. É rodeada de montanhas de rocha escura e com vegetação parca. Todos os dias recebe navios de cruzeiro que trazem turistas que passam o dia a aproveitar a cidade antiga. Esta cidada é um pouco como Dubrovnik, na vizinha Croácia ( e apenas a 1h15 de viagem de carro). Tem uma muralha enorme que sobe a montanha, onde se pode subir. São mais de 1000 degraus para cada lado (45 minutos sem paragens), mas dizem os corajosos que as vistas valem todo o sofrimento. Para quem quer uma viagem mais descansada, há cafés e pontos de descanso na subida. 

 

IMG_1208.jpg

IMG_1210.jpg

De ambos os lados da cidade antiga há pequenas vilas com muita oferta de alojamento e pontos de interesse menos turísticos (maioritariamente igrejas). Nós ficamos em Prçanj, a parte mais sossegada da baía e que atrai quem procura descanso, silêncio e umas vistas de cortar a respiração.

IMG_1186.jpg

Acordamos e vemos montanhas, a toda a volta, de um lado mais verde, de outro mais negro e inóspito, e e essas montanhas terminal num mar, quase lago, uns dias verde, outros mais azul, cujas únicas ondas são devido aos pequenos iates que vão passando. Imaginem os Fjords, mas nos Balcãs. 

IMG_1199.jpg

 

 

 

29
Ago18

Nem tenho título para isto.

Tantas páginas em branco e tão pouca vontade de escrever...

 

Tirando à noite quando só quero adormecer. Aí chegam ideias e histórias mirabolantes; as letras arranjam-se em belas frases que desaparecem sem deixar rasto quando acordo de manhã. 

15
Ago18

O stock de letras está baixo

No último ano escrevi mais do que a maioria das pessoas escreve na vida. Passei 228 de 260 dias úteis a escrever à volta do mesmo tema (com as devidas variações).

O resultado é que, apesar da maratona ainda não ter acabado, o stock de letras está baixo, baixinho. Olho para as folhas e vejo as letras em amena cavaqueira, aos saltos e saltinhos, sem fazerem sentido algum.

12
Ago18

E esta pizza maravilhosa?

Ontem fiz pizza para o jantar e demorei uns meros 35 minutos. 

Para a massa, usei farinha de trigo, fermento de pão (liofilizado), água, azeite e sal. Para o recheio passatta de tomate, queijo edam ralado, courgette, pimento, tomate-cereja, queijo brie, pimenta preta, orégãos e um fio de azeite. 5 minutos para amassar a massa, 10 minutos a levedar (também usados para preparar os ingredientes), 5 minutos para a estender a massa e colocar os ingredientes, 15 minutos no forno e voilá. Uma pizza boazona. 

Screen Shot 2018-08-12 at 09.15.13.png

 

Para versão sem glúten, faço com farinha de aveia em vez de trigo.  às vezes também adiciono sementes de linhaça e de chia à massa. Fica bom, mas mais dura, menos fofa.

 

 

10
Ago18

Quorn, magia vegetariana

Para aqueles dias em que o que apetecia mesmo era um esparguete à bolonhesa, mas a nossa filosofia vegetariana continua forte, o Quorn tem a solução. 

 

O que é isso do Quorn? 

Quorn é uma marca inglesa que desenvolveu uma proteína completamente vegetal que parece carne. Essa proteína, chamada de micoproteína por ser extraída de um fungo, é utilizada para fazer substitutos para carne picada, hambúrgueres de vaca e de frango, nuggets de frango, fiambre, salsichas, almôndegas, enfim, uma variedade cada vez maior de produtos. 

 

Não se assustem por ter falado em fungo. Não é daqueles que às vezes nos chateiam em forma de candidíase ou pé de atleta. É um fungo encontrado no solo, muito nutritivo, cheio de proteína e fibra, com pouquíssima gordura saturada e sem colesterol. Imaginem um super-cogumelo, mas muito pequenino. Esse fungo passa por um processo de fermentação e forma uma massa a que depois é possível dar a forma desejada. 

 

Screen Shot 2018-08-10 at 20.38.26.png

 

 

Sendo vegetal, requer muito menos recursos do que produzir proteínas animais, logo a micoproteína tem uma pegada de carbono 90% inferior à da indústria animal. 

 

IMG_1037.jpg

 

E agora, a questão importante. 

 

Como é o sabor? 

 

Há muitos substitutos de carne no mercado. Dos que já experimentei (os flocos de soja, o seitan, os rolos de seitan e tofu, os chouriços de soja, etc) nenhum chega sequer aos calcanhares da carninha num bom esparguete à bolonhesa. Mas com o Quorn não se nota a diferença. Não dá para fazer de conta que é um bife claramente, mas fica igualzinho em todas as receitas que exigem carne picada. Os hambúrgueres de falso frango frito e os nuggets também são ótimos. As almôndegas suecas, vejam vocês mesmos nas fotos abaixo. Também há algumas versões que eu, pessoalmente, não aprecio, como as salsichas, o fiambre e o bacon. Mas também não gosto das versões verdadeiras. 

 

IMG_1035.jpg

 

 

Onde se compra?

Pois. Esse é o meu problema atual. Aqui na Inglaterra há em todo o canto. Também se vende nos Estados Unidos, Suécia, Suíça, Bélgica, Holanda, Itália, Irlanda, Austrália, Nova Zelândia, Noruega, África do Sul, Dinamarca, Finlândia, Filipinas, Alemanha, Tailândia e Singapura.

MAS NÃO HÁ EM PORTUGAL.

Imaginem-me a chorar porque em breve regresso ao nosso país e não vou poder fazer a minha famosa bolonhesa nem o meu chilli con carne. 

 

IMG_1036.jpg

 

 

Como a patente da micoproteina já está aberta a qualquer pessoa, só me resta rezar para que ou a Quorn veja o bom mercado que Portugal é, ou que outra empresa tenha a bondade de replicar o produto. Mas enquanto isso não acontece, se viajarem e tiverem oportunidade de provar, vão sem medo! E quando finalmente chegar a Portugal e vocês começarem a ver umas coisinhas giras nas prateleiras do supermercado chamadas Quorn, joguem-se sem pensar duas vezes!

 

IMG_1038.jpg

 

 

05
Ago18

Descontos que enganam

Sexta-feira encontramos finalmente um sofá que gostamos e que não custa dois rins mais uns trocos porque estava a 50% de desconto. Decidimos comprar no fim-de-semana porque no website dizia claramente que os saldos duram até ao dia 26 de Agosto e ainda não temos a chave do apartamento.

 

Hoje fui ao site ver a referência para mandar aos meus pais (só para mostrar o meu achado lindo) e já só está a 30%.

 

Not cool. 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D