Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Eu e a Outra

Coisas maravilhosas, coisas assustadoras, viagens exóticas, dia-a-dia monótono, bichinhos tropicais e muito amor. Ponham-se confortáveis que vamos começar.

Eu e a Outra

Coisas maravilhosas, coisas assustadoras, viagens exóticas, dia-a-dia monótono, bichinhos tropicais e muito amor. Ponham-se confortáveis que vamos começar.

Este não é um post de resumo do ano

22.12.18, Eu e a Outra

Mas devia ser porque era esse o objetivo. No entanto, comecei a pensar e só me apeteceu sonhar, imaginar o que 2019 me trará de bom e de novo. Por isso, decidi não contrariar o meu interior e rascunhar aqui para aqui umas coisas sentidas, mas nem sempre com sentido.

 

2018 foi um ano de aventura, de fim e de recomeço. Portanto, agora preciso que 2019 seja um ano de consolidação e aprendizagem. Um ano forte no crescimento profissional, um ano em que o tempo seja otimizado ao máximo para poder aproveitar tudo o que a vida nos der sem comprometer o descanso.

 

Acho que 2019 vai ser mais sossegado ao nível das viagens, mas espero que supere ao nível dos bons momentos e boas notícias, do número de fotos tiradas, de abraços dados, de jantares maravilhosos.

 

Espero que o mundo fique mais tranquilo, que as pessoas se respeitem mais, que os ingleses se resolvam, que o Trump não faça grandes asneiras, que os Franceses se acalmem e que os donos da Síria ganhem vergonha. Espero que a Arábia Saudita continue o bom caminho, que o Iemén se vire finalmente contra o terrorismo, que o presidente das Filipinas beba um chazinho de camomila e que alguém ponha mão nas Honduras, na Venezuela e no Brazil. 

 

No fundo, quero o que queremos todos: que 2019 seja um ano melhor do que 2018.

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.