Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Eu e a Outra

Coisas maravilhosas, coisas assustadoras, viagens exóticas, dia-a-dia monótono, bichinhos tropicais e muito amor. Ponham-se confortáveis que vamos começar.

Eu e a Outra

Coisas maravilhosas, coisas assustadoras, viagens exóticas, dia-a-dia monótono, bichinhos tropicais e muito amor. Ponham-se confortáveis que vamos começar.

Obrigada.

22.12.17, Eu e a Outra

O Natal é uma altura muito bonita. 

 

As ruas iluminadas

O frio que nos faz aconchegar

A música na rua

O reencontro dos amigos e da família

(em jantares animados onde todas as diferenças são esquecidas )

Os chocolatinhos no escritório

O aroma a canela e castanhas assadas nas ruas

Os mercados de Natal 

 

E depois há um pequeno senão... As lojas apinhadas de gente à procura daquele presente que vai mudar tudo. Ou das últimas meias horrorosas só para "não dizer que não dei nada". 

 

Eu escuso-me ao senão. Opto por comprar prendas apenas que realmente gosto para quem realmente gosto e, como tal, faço-o com um pouco de antecedência. (Tenho sorte, eu sei, porque as minhas prendas obrigatórias não passam de 10. ) Mesmo assim, tenho na mesma que ir ao supermercado comprar as coisinhas frescas para a ceia de natal, tenho na mesma que usufruir dos correios ou transportadores para me entregarem as poucas prendas, vou na mesma aos jantares de natal deste grupo e daquele.

 

O Natal é uma altura muito bonita. Mas o Natal como o conhecemos é possível porque há um rol de pessoas que trabalham sem cessar durante esta época.

 

Aos trabalhadores das lojas, dos supermercados, dos restaurantes e dos cafés, aos correios e aos transportadores que durante esta época nem tempo têm de sentir as câimbras nas pernas, o meu muito obrigada.  

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.