Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Eu e a Outra

Coisas maravilhosas, coisas assustadoras, viagens exóticas, dia-a-dia monótono, bichinhos tropicais e muito amor. Ponham-se confortáveis que vamos começar.

Eu e a Outra

Coisas maravilhosas, coisas assustadoras, viagens exóticas, dia-a-dia monótono, bichinhos tropicais e muito amor. Ponham-se confortáveis que vamos começar.

Silêncio.

26.03.18, Eu e a Outra

Ao fim de quase mês aqui, sinto-me exausta e já descobri porquê. Não é o trabalho, não é do stress, não é do calor.

 

É do barulho. 

 

Eu, habituada ao meu silêncio*, estou há três semanas a ouvir barulho constante:

 

- 3 crianças com menos de 5 anos a berrar entre as 10h e as 12h e entre as 17h e as 20h.

- os desenhos animados das 3 crianças nas mesmas horas.

- a música evangélica da dona da pousada - a TODA a hora, em loop.

- a dona da pousada a cantar as respetivas músicas evangélicas, a bater palmas, ou a falar "bebezês" para as três crianças descritas acima.

- duas televisões ligadas no máximo em programas diferentes entre as 19h e as 23h45.

- uma cadela que começa a ladrar e a atirar-se à porta às 6h30 da manhã.

- o pessoal que vem tomar o pequeno-almoço as 7h da manhã de sábado e domingo. 

 

E quando por milagre tudo o resto se cala, o vizinho liga o rádio NA PUBLICIDADE num volume suficiente para rebentar os tímpanos de um DJ. 

 

Valha-me a nossa senhora, mas sem música a acompanhar por favor.

 

 

 

* É sério, sou capaz de passar um fim-de-semana inteiro sozinha em casa sem ouvir uma mosca, com toda a tranquilidade do mundo.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.