Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu e a Outra

Coisas maravilhosas, coisas assustadoras, viagens exóticas, dia-a-dia monótono, bichinhos tropicais e muito amor. Ponham-se confortáveis que vamos começar.

Eu e a Outra

Coisas maravilhosas, coisas assustadoras, viagens exóticas, dia-a-dia monótono, bichinhos tropicais e muito amor. Ponham-se confortáveis que vamos começar.

08
Jul18

Sim, sou feliz.

No seguimento deste post do Triptofano, dei por mim a avaliar a minha definição de felicidade. E cheguei à conclusão que

 

sou feliz, mesmo quando não o estou. 

 

Não, não fiquei maluquinha. Simplesmente acho que ser é diferente de estar.

 

Eu sou feliz porque eu gosto completamente da minha vida. Sonho que algumas coisas sejam diferentes, mas não mudava nada porque sei que estou a ir para onde quero ir e tenho a melhor pessoa do mundo a meu lado para o fazer. Isso é tudo o que verdadeiramente importa. Estou bem resolvida.

 

No entanto não estou feliz todos os dias, nem todas as horas, nem sequer a maior parte dos dias nem a maior parte das horas. Tenho problemas como toda a gente, tenho preguiça, tristeza, desânimo, dores nas costas e nas pernas e nos rins. Sonho com as férias, com a praia, com um abraço apertado quando estou sozinha. Desespero pelo e-mail que demora a chegar e faço planos para o dia em que vou comer melhor, vestir melhor, andar melhor, parecer melhor. 

 

Ser feliz vem de dentro, é um misto de contentamento, aceitação e tranquilidade e pode durar para sempre. Mas querer estar feliz a todos os momentos pode ser meio caminho andado para uma vida de instaisfação e descontentamento. 

27
Set17

É menino ou menina?

Um casal de amigos vai ter um bebé e tanto eles como nós vamos saber todos juntos se é menino ou menina daqui a uma semana. Mal posso esperar.

 

Caríssimos, eles já podiam saber, mas decidiram esperar para descobrir ao mesmo tempo que o resto da família e amigos. Só tenho uma palavra: RESPECT. 

 

Se fosse eu já tinha aberto o envelope pelo menos 10 vezes, só mesmo para ter a certeza. 

 

download (1).jpeg

 

19
Set17

É parabéns?

Parece que ontem foi o aniversário da minha mudança para o Reino Unido. 

Lembrou-me o calendário que já lá vão 7 anos desde que aqui cheguei, sem vergonha alguma de me mostrar que envelheço como o resto do mundo.

 

Sete anos é muita coisa, agora que penso bem. Principalmente tendo em conta o quão certa estava que seriam só três. É verdade, eu era cheia de certezas, mas depois vivi mais um bocadinho e aprendi que ter muitas certezas só traz dúvidas quando a vida for teimosa.

 

E foi assim que em sete anos fiz tanta coisa que até custa enumerar, mas acima de tudo, foi assim que em sete anos conheci o amor da minha vida e que aprendi que quando o mundo se recusa a andar à nossa velocidade, podemos aproveitar a espera para sentir o sol e tomar um chá.

 

FullSizeRender copy 2.jpg

 

29
Jul17

O Porto é mais "cool" do que Lisboa?

A CNN fez uma reportagem onde compara as cidades do Porto e Lisboa e chegou à conclusão que o Porto é mais fixe que Lisboa. (Podem ler o resumo em Portugûes aqui).

Eu já visitei Lisboa várias vezes e adoro. Colorida, espaçosa, com o belo Castelo de São Jorge a vigiar as sete colinas, as vistas lindas do Tejo, a frescura do parque de Monsanto e, claro, os deliciosos pastéis de belém. 

 

No entanto, nascida e criada no Porto, acho que Porto tem um encanto que nenhuma outra cidade do mundo consegue igualar. Adoro parar no cais de Gaia e observar as cores da Ribeira, mas ainda gosto mais de passear pela Foz de lenço ao pescoço, parar na Praia da Luz para um chá e apenas observar o mar imenso, a praia rústica cheia de rochas. Adoro os restaurantes de sushi que há espalhados pela cidade, mas especialmente o Medit no Foco que nunca me desiludiu ou o Novo Molhe que me deixou fã pela qualidade e pela vista sem me deixar a contar tostões.

 

 

Gosto de sentir o frio na cara a descer Santa Catarina, ouvindo a música de Natal e vendo o frenesim de pessoas à procura do presente ideal, os scones do Majestic, os baldes do Piolho, as areias da Pastelaria Ribeiro na praça dos Leões. Viver o Porto é sorrir ao pensar nas memórias da infância, mas também na beleza que o presente trouxe. É ver a zona dos Clérigos toda renovada, é sentir as ruas cheias de turistas e sentir-se orgulhoso de ser tripeiro. Vêem-se os botecos da moda a abrir Ribeira abaixo, mas conservam os azulejos pintados e o granito escuro. Renovam-se ruas, fazem-se eventos, mas ficam meia dúzia de ilhas velhas e os pescadores de anzol de Miragaia a manter o carisma da cidade.

 

Felicidade é ver o Douro a aproximar-se da janela do avião, é ver o Porto festejar na Alameda das Antas e chorar de emoção.

 

Porto é Porto, é Matosinhos, é Maia, Rio Tinto e até um bocadinho de Gaia. O Porto é Norte, é raça dura, corpo de ferro, coração de mel. 

 

Mais do que cool, o Porto é forte e a força nunca passa de moda. 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D